Bill Lagakos ciclo circadiano

O QUE ou QUANDO comer

What or When to Eat
by Bill Lagakos (Calories proper)
Publicado em 11 de março de 2017
A luz artificial à noite, o sono ruim e pular o café da manhã são os principais fatores que contribuem para ritmos circadianos pobres. Algumas pessoas insistem que O QUE você come é infinitamente mais importante do que QUANDO você come. Eu discordo, pelo menos em parte – exclua os alimentos refinados e processados ​​e realmente não importa se você prefere baixo teor de gordura ou baixo teor de carboidratos (P <0,05). Evidência: Dieta(s) livre de fome.
Exposição A. Por outro lado, alimentar duas pessoas dietas idênticas, mas induzir a ruptura circadiana em uma – grande diferença no resultado.
 
Significativamente menos perda de gordura e mais perda muscular no grupo da ruptura circadiana.
Variabilidade interindividual? Sim. Significado estatístico? SIM.
Exposição B.
 
Exposição C. A ruptura circadiana está associada à diminuição da leptina, aumento da grelina e aumento da fome e apetite (por exemplo, Spiegel et al., 2004 & Hibi et al., 2017)… e você acaba fazendo escolhas alimentares precárias (por exemplo, Khatibet al. Al., 2016) possivelmente devido, em parte, ao aumento dos endocanabinóides (Hanlon et al., 2016).
“Pular o café da manhã e dormir mal está ligado à obesidade”, porque (Mayor 2016).
Resumindo: coma quando deve comer (durante o dia) e durma bem (à noite).
Para ficar por dentro das atualizações,
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK:
PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO FACEBOOK:
E SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE:

 

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: