emagrecer low carb metabolismo

A low carb parou de funcionar?

O texto a seguir é transcrição de um podcast do Senhor Tanquinho, em que o Guilherme e o Roney entrevistaram o dr. Souto.

Vale a pena ler pra entender porque as pessoas normalmente param de perder peso depois de um tempo fazendo uma dieta low carb (ou qualquer outro tipo de dieta).

 

Roney: (…) pergunta:

“A low-carb parou de funcionar? Eu parei de perder peso. O que devo fazer?

Guilherme: Acho que tem até a ver com a anterior em termos de adaptação do metabolismo à ingestão da dieta, mas nós queríamos ouvir o seu take nisso, por favor.

Dr. Souto: Então, toda dieta para de funcionar em algum momento, o que é um mecanismo de proteção do organismo. Você captou bem.

Eu gosto de analogias, vamos para uma aqui. Suponhamos que eu tenha uma pessoa com febre. Ela está com 39º de febre. Significa que o set point de temperatura dela está alto, ou seja, o corpo “quer estar em 39º”.

Então a pessoa vai sentir frio, ela vai ter tremores, ela, como está com frio, vai colocar casacos, e a temperatura corporal dela vai subir.

Na hora que eu dou um antitérmico para essa pessoa, se eu der uma aspirina ou coisa assim, o set point dela vai baixar e aí o corpo começa a se comportar ao contrário: começa a suar, a ficar com calor, a tirar o casaco e a temperatura corporal vai baixar, baixar, baixar, lá para 36.

Mas aí eu pergunto: “E se eu continuar dando aspirina, vai baixar pra 35?” vai abaixar pra 34, para 33?

Não, ?! Chega um momento em que os mecanismos contra regulatórios entram em atuação e impedem que essa temperatura baixe abaixo de um ponto que o corpo considere ideal ou seguro.

Então, embora a aspirina tenha funcionado quando a pessoa estava com febre, a mesma aspirina ou uma dose maior de aspirina não vai fazer baixar mais do que um certo ponto.

E o nosso dilema é o seguinte: muitas vezes esse novo set point que o corpo atinge com low-carb não é o que a pessoa queria.

A pessoa, vamos dizer, perdeu 10 quilos – mas ela deveria perder mais cinco ou mais 10, para ficar dentro daquilo que ela considera ideal, em geral do ponto de vista estético. Só que o corpo não concorda.

Para ele o set point foi atingido.

E agora aquele corpo que estava colaborando quando a pessoa tinha bastante sobrepeso; que nem na febre, quando ela está alta, ela baixa rápido no início.

Quando a pessoa tem bastante sobrepeso, são aquelas situações: começa com low-carb, perde cinco quilos no primeiro mês, mas depois vai desacelerando e chega um momento em que simplesmente fazer mais low-carb – “Bom, então agora eu vou tirar completamente os carboidratos. Eu vou comer só carne e alface” – às vezes não é bem esse o caminho.

Relacionado: Conheça 4 estratégias para eliminar a gordura teimosa

Então são situações em que a Leptina, que é um hormônio importante nesse processo, também baixou porque a pessoa emagreceu.

São situações em que a taxa metabólica da pessoa reduziu.

A gente pesava 90 quilos e agora o sujeito pesa 70, o corpo dele gasta menos calorias em repouso agora do que gastava antes.

Têm essas alterações contra regulatórias dos hormônios, da tireoide, por exemplo.

Então eu diria o seguinte: low-carb em determinado momento deixa de funcionar – como qualquer estratégia em determinado momento deixa de funcionar.

E aí são aquelas situações em que às vezes a pessoa tem que conversar com o profissional, ir num nutricionista, com experiência em low-carb, para eventualmente fazer algumas dessas abordagens, inclusive tradicionais de controle de porções.

Relacionado: “Mesmo em low-carb, pode ser importante o controle de porções” argumenta a nutri Polyana Rossi

Uma das coisas que a gente vê em consultório é assim: a pessoa chega obesa, começa a fazer low-carb, tira um monte de lixo da dieta, mas um monte – tomava refri com açúcar, comia açúcar e farinha o dia inteiro, vivia à base de churros – aí a pessoa limpa a dieta e mesmo comendo bastante gordura, comendo bastante nata, queijo, mesmo comendo bastante castanhas; está lá, perdendo peso.

Só que agora a pessoa chega num outro set point, para de perder peso e aí às vezes a gente vai ver e tem um excesso dessas coisas, muito laticínio gordo, tipo queijo, tipo creme de leite, tipo cream cheese e aí a pessoa olha para ti e diz: “Mas é low-carb!”.

Eu sei que é low-carb, mas está um pouco fora daquela coisa de bicho e planta, que é a base de uma low-carb bem formulada para perda de peso.

Por quê?

Porque a gente não vai comer ovo demais. Não tem esse risco. O cara come dois, três ovos, é difícil comer o quarto ovo.

Tu não quer mais saber de ovo depois dos três primeiros. Já com o queijo não.

Um queijo colonial, gostoso, é fácil de comer aquele queijo inteiro numa sentada. E a pessoa diz assim: “Mas é low-carb!”, então queijo às vezes é um problema.

(Falamos sobre isso no nosso texto completo sobre os queijos e laticínios na dieta low-carb.)

Da mesma forma as nuts?

Castanhas, nozes, amêndoas… Tudo isso é muito gostoso, tudo isso é low-carb e muito saudável. Agora, às vezes as pessoas simplesmente se passam nessas coisas.

Então fica o alerta aí para o pessoal: normalmente quando dá uma travada, a primeira coisa que eu penso é que o pessoal está levando a parte High Fat da coisa, longe demais. O Ted Naiman, que é uma das pessoas que eu gosto, admiro, sigo no Twitter, tem uma frase sensacional que diz assim:

O teu corpo já é High Fat. O que você precisa é low-carb”.

Então não precisa aumentar de propósito a gordura da dieta.

Quando a gente diz low-carb/High Fat – e eu tenho preferido a leitura de low-carb/Healthy Fat, justamente para tirar esse “High” do High Fat – a gente quer dizer assim: é alta gordura em comparação com a dieta tradicional das pessoas, que é uma dieta onde as pessoas evitam ativamente a gordura, têm pânico da gordura.

Mas não significa que tenha que ficar botando meio tablete de manteiga no café. Você quer queimar a sua gordura, não a do boi.

 

Para ficar por dentro das atualizações,

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK:

https://www.facebook.com/resistencia.insulina/

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO FACEBOOK:

https://www.facebook.com/groups/971892132940715/

E SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE:

https://www.youtube.com/channel/UCupLpiwBfoHuhjZeZCbxmSg/

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: